Mito. Embora funcionem como estímulo para a raiz dos pelos nos púbis e nas axilas, ao contrário do que muitos pensam, o uso de anabolizantes NÃO funciona como tratamento da queda de cabelo. Muito pelo contrário: ele ainda pode resultar na perda dos fios, tanto em homens quanto em mulheres, aumentando as chances de calvície em pessoas com tendência hereditária.

Anabolizantes X Calvície

Quem nunca se preocupou com a calvície? Para os homens, pelo menos, essa é uma constante preocupação. E não à toa! A calvície acomete 8 em cada 10 homens com menos de 70 anos, já que é a principal responsável pela queda excessiva do cabelo e o descontrole do hormônio di-hidrotestosterona (derivado da testosterona), que resulta no afinamento progressivo dos fios em regiões específicas do couro cabeludo.

Tendo isso em mente, e também o fato de que os anabolizantes são substâncias derivadas da testosterona, não é difícil compreender porque o consumo de anabolizantes contribui para um aumento elevado dos níveis de hormônio masculino, potencializando, consequentemente, a calvície.

Mas existe tratamento para a queda de cabelo?

O tratamento da queda de cabelo varia conforme a fonte do problema. O procedimento inclui reposição hormonal ou anti-hormonal, utilização de shampoos, loções e de complexo de vitaminas A, C, E e Zinco.

Em casos mais específicos, o tratamento para a queda de cabelo pode incluir também a mesoterapia capilar – que consiste na injeção de medicamentos nos bulbos capilares, a fim de estimular o surgimento de novos fios e o crescimento dos já existentes – e a terapia à laser - que estimula a multiplicação de células e fios.

A Clínica Leone conta com profissionais experientes e qualificados para apontar o diagnóstico correto e o melhor tratamento a ser realizado, além de esclarecer cuidadosamente suas dúvidas.

Que tal agendar uma vista?

 

Mitos